11 novembro 2014

Por uma Consciência Livre

Tese: Eliminar tudo o que possa tisnar a consciência. 

Fomos, ao longo do tempo, adquirindo hábitos que tisnam a consciência e, muitas vezes, não o percebemos. 

Na informática, usamos programas piratas, sendo que o correto é comprarmos um programa para cada computador. Por que não optamos pelo uso dos oferecidos gratuitamente?

Para obtermos uma aposentadoria, alegamos ter uma doença, forjamos documentos, pagamos subornos etc. Por que não esperamos o tempo oportuno, dentro da lei?

Tomamos livro emprestado e jamais o devolvemos. Que tal devolvermos aqueles que se encontram em nosso poder?

...

Suponha que esses e outros hábitos menos saudáveis comecem a nos perturbar, a deixar a nossa consciência pesada. 

Então, está na hora de começarmos a mudar, independentemente do que a maioria acha. Observe a corrupção que assola o nosso país: são poucos os que se indignam com isso. A maioria pensa: todos roubam. Alguns roubam, mas fazem. 

Convém batermos na tecla da liberdade de consciência, mas de uma consciência bem formada. Mesmo que poucas pessoas possam entrar em contato com nossos escritos, há um móvel invisível propagador, ou seja, as nossas radiações mentais podem entrar em sintonia com outras de mesmo teor, formando uma corrente poderosa para debelar as más tendências e, em contrapartida, fortalecer as boas. 

O Brasil está precisando de vibrações de paz e harmonia, a fim de formarmos uma sociedade fundamentada na moral e na ética.  

Nenhum comentário: